Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gorongosa

MENU

Como já vem sendo hábito em anos anteriores, por ocasião da presença em Lisboa do representante do Parque Nacional da Gorongosa (PNG), Vasco Galante, que ali se desloca periodicamente como responsável da mostra do PNG no pavilhão de Moçambique presente na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), um "Grupo de Amigos da Gorongosa" formado em Portugal e composto por cerca de 40 antigos funcionários do PNG e da Safrique, de naturais e ex-residentes de Moçambique e ainda de pessoas de diversas origens que nutrem especial simpatia por este famoso santuário da vida bravia africana, reuniu num almoço-convívio no passado dia 4 de Março, num restaurante do Parque das Nações.

 

Foto de Fam�li.jpg

Foto do grupo de Amigos da Gorongosa

 

Para além do representante do PNG esteve também presente neste almoço-convívio o Dr. Nuno Fortes, do INATUR (Ministério do Turismo de Moçambique), responsável pelo pavilhão de Moçambique na referida BTL.

 

De destacar a presença de alguns elementos profundamente ligados à história do PNG, nomeadamente:

- Ana Maria Hoppner, em representação de seu pai, o Coronel Pinto Soares (que não pôde comparecer devido à sua provecta idade), que foi Administrador do PNG de 1948 a 1952 e responsável pela construção do acampamento de Chitengo e da respectiva pista de aviação;

- Dr. Carlos Farmhouse, antigo director do Banco Nacional Ultramarino, entidade que tutelava a SAFRIQUE (Sociedade de Safaris de Moçambique), concessionária da exploração turística e hoteleira do PNG nos anos 60 e 70, e que mandou publicar em 1973 o interessante livro/álbum "Tesouro Selvagem de Moçambique";

- Dr. Albano Cortez, último Administrador do PNG (1972-73) no período anterior à Independência de Moçambique;

- Celestino Gonçalves, Fiscal de Caça-Chefe, que coadjuvou a direcção do PNG e foi responsável pela fiscalização e controle dos animais problemáticos na década de 60 e mais tarde adjunto da direcção da fauna em Maputo onde foi responsável pelo projecto Nórdico (MONAP) de apoio financeiro ao PNG nos anos 70 e 80;

- Luís Fernandes, funcionário do PNG nas décadas de 60 e 70 (até à independência de Moçambique) atingindo a posição de adjunto do Administrador do PNG;

- José Canelas de Sousa, último director da Safrique antes e pós independência de Moçambique;

- Zilda Fernandes e Inês Martins, primeiras e últimas professoras primárias do Acampamento do Chitengo, de 1965 a 1975;

- António Jorge, foto-jornalista da Safrique que fazia a cobertura das visitas oficiais tanto à Gorongosa como às Coutadas Oficiais de Manica e Sofala;

- Rita Bens, funcionária da Fauna que exerceu no Chitengo (1977/1978), as funções de assistente administrativa e monitora de fotografia do 2º curso de formação de agentes de conservação de fauna e florestas, tendo voltado ali  em 1979, para organizar o arquivo fotográfico do Parque;

- Manuel Romão, filho do primeiro administrador residente do PNG (1967-72), Francisco Prestes Romão, já falecido.

 

A conhecida jornalista Cândida Pinto, da SIC, fez também parte deste convívio e aproveitou a ocasião para recolher de alguns dos "históricos" informações de interesse para os seus trabalhos de pesquisa que pretende incluir nos documentários sobre o Parque, que tem em mãos e que serão a continuação de anteriores já divulgados com grande sucesso.


Mesa de hora d.jpg

Mesa de honra do almoço (da esq, para a dir.): Ana Maria Hoppner, Carlos Farmhouse, Vasco Galante, Maria José Coimbra e Nuno Fortes

Ala direita da mesa.jpg

Aspecto da ala direita da mesa

Outro aspecto da ala direita da mesa.jpg

Outro aspecto da ala direita da mesa

Ala esquerda da mesa.jpg

Aspecto da ala esquerda da mesa

Aspecto geral .jpg

Aspecto parcial do almoço

Pequeno grupo .jpg

Pequeno grupo dos "Amigos da Gorongosa" posa no pavilhão de Moçambique (da esq. para a dir.): Celestino Gonçalves, Álvaro Carvalho, Margarida Carvalho, Lurdes Gonçalves, Natércia Reigoto e Diogo Reigoto

 Este Grupo de Amigos da Gorongosa pretende continuar estes convívios com regularidade, nomeadamente quando os representantes do PNG se encontrem em Portugal.

 

Dizem ser uma forma de expressar publicamente o seu amor à Gorongosa, que nunca esquecem e têm no coração como das mais marcantes recordações das suas vidas! Sendo embora um grupo informal, cada um dos seus componentes promove, quer através de blogues pessoais quer das mais diversas formas verbais e escritas, a divulgação da "sua" querida e inesquecível Gorongosa!

 

NOTA: Especiais agradecimentos a Celestino Gonçalves, o grande impulsionador destes convívios que têm tido lugar desde 2006, sempre por ocasião da BTL.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários